Testes de Caixa-Branca, Preta e Cinza

Teste Caixa-Branca

Também conhecido como Teste Estrutural. O teste de caixa-branca é feito diretamente no código. Os responsáveis por esses testes são geralmente os próprios desenvolvedores que, utilizando a boa prática, automatizam os testes criados com ferramentas como JUnit (Java) e Shoulda (Ruby).

Teste Caixa-Preta

Mais conhecido como Teste Funcional. Esses testes baseiam-se na Especificação Funcional criada para o projeto, ou seja, de forma bem objetiva, ele verifica se o sistema está funcionando de acordo com os desejos e regras especificados pelo solicitante do produto.

Teste Caixa-Cinza

Neste cenário o tester não precisa ter o conhecimento aprofundado do código-fonte, como o conhecimento utilizado para testes de caixa-branca, porém ele precisa ter uma pequena noção dos componentes do projeto. Um exemplo prático de teste de caixa-cinza pode ser desabilitar o JavaScript de uma página web para enviar campos sem validação para o controlador de requisições. Com isso ele consegue analisar se a aplicação aceita caracteres não válidos para determinado campo.

Referências:

http://stackoverflow.com/questions/402161/black-box-vs-white-box-testing
http://searchsoftwarequality.techtarget.com/definition/gray-box
http://www.softwaretestingclass.com/gray-box-testing/
http://crowdtest.me/teste-caixa-branca-caixa-preta/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *